terça-feira, 17 de abril de 2012

Maria de Lourdes Lança seu primeiro livro de poesias “Versos e Trilhas”

Aos 75 anos e apenas com ensino fundamental, Maria de Lourdes P. Mariano lançou seu livro de poesias intitulado “Versos e Trilhas” neste sábado (14) no auditório da Câmara Municipal de Seropédica.
No livro de poemas, a escritora que nasceu em Maricá fala do casamento, dos filhos e da natureza. “Os poemas são a história da minha vida. É um legado para a minha família”, diz Maria de Lourdes. Ela conta que se apaixonou aos 16 anos, casou, teve filhos e ficou viúva. “Depois disso entrei para o grupo da Terceira Idade do KM 50 e recebi muito apoio dos amigos que fiz no grupo”, explica, lembrando que esse é um dos temas de seus poemas.
Maria de Lourdes, conta que teve uma infância pobre, criada na Fazenda Maricá, no Bairro Bosque Fundo em Maricá, parou de estudar aos 7 anos, mas mesmo assim não abandonou o hobby de escrever poemas e versos. “Meu pai era colono de fazenda e eu estudei muito pouco, pois precisava cuidar de meus irmãos”, lembra.
Sempre fui uma menina diferente, muito criativa, gostava muito de escrever e aos 6 anos já fazia versos, aos 11 anos meus pais se mudaram para Seropédica.
Maria de Lourdes recorda que escreveu a poesia que abre o livro, intitulada “Paz”, em 1978, juntamente com outras que ficaram guardadas em seu baú de relíquias. “Escrevi a poesia intitulada “Paz” em 1978 que ficou lá guardada no meu baú de relíquias junto com outras, minha filha sempre me questionou por que eu não escrevia um livro e eu respondia que não queria fazer livro, apenas descarregar meus sentimentos no papel”, relembrou.
Presente ao evento o prefeito Alcir Fernando Martinazzo destacou a importância de se valorizar as atividades exercidas pelas pessoas idosas. “As pessoas idosas tem capacidade e habilidade como qualquer outro cidadão e precisa ter isso reconhecido. Acredito que esse livro vai ajudar a dar essa visibilidade. Tudo isso vai de encontro com as nossas políticas públicas”, afirmou.
O escritor Luiz Carlos Amaral Gomes, cujo pseudônimo Éle Semog, também participou do lançamento de “Versos e Trilhas”. “Publico meu livro também pela Editora Letra Capital e estou aqui para incentivar a todos que tem o sonho de escrever um livro que nunca desistam de seus sonhos”, disse Semog. “A Letra Capital, como você pode ver, tem em seu catálogo 90% de obras de autores que acreditaram no seu potencial e fizeram uma parceria para ver seu sonho realizado”, finalizou.

O evento foi organizado pelo grupo Agentes de Pastorais Negros (APNs) de Seropédica.

Texto: Tathiana Gama - Fotos Levi Oliveira

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário