sexta-feira, 11 de maio de 2012

Surto de Hepatite A já teria atingido 50 pessoas em Mangaratiba

Cerca de 50 casos já foram identificados até esta ultima quarta-feira (09) na cidade de Mangaratiba. O surto fez com que o prefeito Evandro Capixaba declarasse estado de Emergência na cidade.

Segundo a Prefeitura de Mangaratiba o Estado de Emergência declarado pelo prefeito seria nos bairros Praia do Saco, El Ranchito, Nova Mangaratiba, Acampamento, Rua da Palha, Bairro Moraes, Parque Bela Vista, Morro Santo Antônio, Ibicuí e Centro.
Uma grande ação entre o município e o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado de Vigilância em Saúde, esta sendo realizada para identificar e erradicar o foco da Hepatite A na cidade.

Saiba mais sobre a hepatite A
 A Hepatite A é uma doença infecciosa aguda causada pelo vírus VHA, sendo transmitida através da via oral-fecal, de uma pessoa infectada para outra, ou através de alimentos (especialmente os frutos do mar, recheios cremosos de doces e alguns vegetais) ou água contaminada.
 A doença na maioria das vezes a doença é transmitida através do uso da água contaminada com coliformes fecais.

Diagnóstico
A hepatite A pode ser sintomática ou assintomática. Durante o período de incubação, que leva em média de duas a seis semanas, os sintomas não se manifestam, mas a pessoa infectada já é capaz de transmitir o vírus.
Apenas uma minoria apresenta os sintomas clássicos da infecção: febre, dores musculares, cansaço, mal-estar, inapetência, náuseas e vômito. Icterícia, fezes amarelo-esbranquiçadas e urina com cor semelhante à da coca-cola são outros sinais possíveis da enfermidade.
No entanto, muitas vezes, os sintomas são tão vagos que podem ser confundidos com os de uma virose qualquer. O paciente continua levando vida normal e nem percebe que teve hepatite A.

Recomendações
Não coma frutos do mar crus ou mal cozidos. Moluscos, especialmente, filtram grande volume de água e retêm os vírus, se ela estiver contaminada.
Saiba que ostras que se comem cruas e mariscos são transmissores importantes do vírus da hepatite A;
Evite o consumo de alimentos e bebidas dos quais não conheça a procedência nem saiba como foram preparados;
Procure beber só água clorada ou fervida, especialmente nas regiões em que o saneamento básico possa ser inadequado ou inexistente;
Lave as mãos cuidadosamente antes das refeições e depois de usar o banheiro. A lavagem criteriosa das mãos é suficiente para impedir o
contágio de pessoa para pessoa;
Não ingira bebidas alcoólicas durante a fase aguda da doença e nos três meses seguintes à volta das enzimas hepáticas aos níveis normais;
Verifique se os instrumentos usados para fazer as unhas foram devidamente esterilizados ou leve consigo os que vai usar no salão de beleza.

Foto - Divulgação

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário